Acessos

Alunos
Hits: 53200

Espaço virtual de cada Turma

Professores
Aplicações
Hits: 53508

 anomalias
Registo de anomalias

papercut

PaperCut 

sge
SGE

FTP

SMART Notebook Express

 

Blogs ESL
Hits: 53524


Clube Multimédia da ESL

 blogbiblio

Saúde Escolar
Hits: 52483

 

Educação Física
Hits: 53652

Eco-Escola
Hits: 52966

Biblioteca
Hits: 53584

bibliotecaesl

 

Traz Paz
Hits: 32997

LOGO traz paz RED

Erasmus+
Hits: 32685

 

erasmus+ 

Newrónio
Hits: 23125

newronio2

Links


     clube geocaching

    

CLUBE DE GEOCACHING

da ESCOLA SECUNDÁRIA DE LAGOA

WoodGeocoinClubeGeocaching 1

Conferência sobre: “Exploração Espacial – A última fronteira!”

Realizou-se no passado mês de setembro, no auditório da Escola Secundária da Lagoa, uma conferência, denominada “Exploração Espacial – A última fronteira? Geocaching no Espaço?”. Esta palestra destinou-se essencialmente a alunos do ensino secundário, estando o auditório completamente lotado, e foi palestrante o Professor Doutor Pedro Mota Machado, que se havia deslocado a S. Miguel, a convite do Governo Regional dos Açores, para participar na Noite do Cientista. Esteve também presente a Sra. Vereadora Albertina Oliveira, em representação da Câmara Municipal da Lagoa.

geocachingoutpalestra

O coordenador do Clube de Geocaching, Professor Luis Machado, efetuou uma pequena apresentação sobre as caches alusivas ao espaço, que existem um pouco por todo o mundo (e também aqui em S. Miguel) e também salientou a existência de um trackable de Geocaching na Estação Espacial Internacional. Referiu ainda a cache “Starwars no Oasa” que o Clube está a produzir em conjunto com o Observatório Espacial de Santana – Açores. De seguida o conferencista efetuou uma apresentação sobre a exploração espacial, tendo referido vários dos projetos que estão a ser planeados e sobre outros já em execução. Também falou sobre algumas das mais recentes descobertas relativas aos “exo-planetas”.

Clube encontra 1.000 caches

Têm sido muitas as caches encontradas pelos membros (alunos e professores) deste Clube de Geocaching, nestes últimos meses, tendo, recentemente, sido atingida a “marca” das mil caches!

CartonClubeOut2019

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

 

CLUBE DE GEOCACHING

da ESCOLA SECUNDÁRIA DE LAGOA

Atividades do Clube de Geocaching

Com o início do ano escolar, tiveram também início as atividades deste clube. Realizou-se, nesta Escola Secundária, a 16 de setembro, o Dia do Prosucesso, tendo este Clube participado com um “stand”, por onde todas as turmas da Escola passaram, tendo, na altura, sido apresentadas as atividades e projetos do clube, previstas para este ano letivo. Vários alunos, aproveitaram a ocasião para se inscrever.

geoset

Já na segunda semana de aulas, realizou-se uma interessante conferência, no auditório da Escola, sobre o Espaço, denominada: “Exploração espacial – a última fronteira? – Geocaching no Espaço?!?”, sendo orador o astrofísico Doutor Pedro Mota Machado.

Este Clube também participou, a convite da Associação de Pais da EBI da Lagoa, no passado dia 21 de setembro, na 7ª Feira de Ocupação de Tempos Livres, realizada no Nonagon. Este evento organizado pelo Gabinete de Desporto e Juventude, consistiu na “possibilidade de troca de experiências e conexões entre as entidades do concelho e os seus habitantes, divulgando as oportunidades existentes, mas também promovendo estilos de vida saudáveis e práticas variadas”. Os professores deste Clube, acompanhados por vários alunos, tiveram, assim a oportunidade de divulgar as atividades educativas que este Clube, disponibiliza.

Entretanto vários alunos e professores deste clube participaram, no passado dia 25 de setembro, num evento CITO (cash in trash out), CITO - Vamos limpar a orla costeira - https://coord.info/GC89QXC, que se realizou, na orla marítima, junto ao campo de futebol do Operário. Este evento teve como objetivo principal a limpeza daquela zona. Os participantes neste evento oficial receberam um “souvenir” relativo ao tema. Os eventos CITO integram-se na proteção do meio ambiente, onde o Geocaching procura ter um papel muito ativo e importante.

geoset2

Inscrições para participação no Clube

Este Clube destina-se a alunos da Escola Secundária de Lagoa, com interesse nesta área e que se poderão inscrever até ao dia 15 de outubro, podendo os pais/encarregados de educação, destes alunos, participar e colaborar nas atividades do Clube, através dos seus filhos/educandos. De realçar que as turmas dos Cursos Profissionais de Técnico de Turismo Ambiental e Rural e de Gestão Ambiental, terão, de novo, um grande envolvimento nas atividades deste Clube. Para contato com este Clube de Geocaching poderá ser utilizado o email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Os alunos interessados deverão contactar com o seu diretor de turma ou com os responsáveis deste Clube.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

4º Curso de Formação para professores sobre Geocaching como ferramenta educativa

Logo do NewronioRealizou-se, na Escola Secundária da Lagoa, entre 15 e 17 de julho (janela formativa para professores), o 4º curso de formação, certificado, para professores que lecionam em escolas dos Açores, sobre: Geocaching – Uma ferramenta educativa (4). Encontravam-se inscritos vinte e dois professores, de dez escolas da ilha de S. Miguel, nomeadamente: de Ponta Delgada (ES Domingos Rebelo e EBI Roberto Ivens), da Lagoa (ESL), da Vila Franca (EBS Armando Cortes Rodrigues), de Água de Pau (EBI), de Ponta Garça (da EBI), da Ribeira Grande (ESRG), dos Arrifes (EBI dos Arrifes), do Nordeste (EBS), das Capelas (EB da Vila das Capelas), da Maia (EBI) e de Rabo de Peixe (EBIRP).

Participaram professores de diversas áreas disciplinares, em particular: português, inglês, filosofia, matemática, físico-química, ciências-naturais, biologia, geologia, geografia, educação física, educação visual e história. Integrada nesta ação formativa, realizou-se uma visita de estudo, no concelho de Lagoa, onde os formandos, para além de visitarem o ExpoLab e o OVGA-Casa dos Vulcões, também participaram num evento oficial de Geocaching (GC88EFB – Geocaching – Uma ferramenta educativa) e encontraram treze de caches (de sete tipos diferentes), nomeadamente: caixas tradicionais, multi-caches, letter-box, caches enigma, cache virtual, cache wherigo e earthcaches.

form geocaching

Este curso foi promovido pelo Newrónio, centro de formação da Escola Secundária da Lagoa, sendo sido formador o professor Luis Filipe Machado, coordenador do Clube de Geocaching desta Escola.

Também e no âmbito da formação para professores, relativa ao Geocaching como ferramenta educativa (em contexto escolar), foi realizado, no mês de julho e também na Escola Secundária da Lagoa, um Workshop sobre Geocaching, no âmbito dos” encontros” Topa Tape, da responsabilidade do programa Pro-sucesso, organizado pela Direção Regional da Educação.

Cartoon2Geocaching

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

Atividade de final do ano letivo

     No dia 13 de junho o Clube de Geocaching promoveu uma atividade, de um dia, de final do ano letivo, para os alunos deste Clube que frequentam o 10º ano da escolaridade. Foi percorrido o “Trilho Urbano” da cidade da Lagoa, tendo sido visitadas as caches encontradas durante este percurso, bem como feita a manutenção a várias caches do Clube. Participaram 30 alunos e seis professores.

geojun2

      Durante esta atividade foi desenvolvida uma atividade náutica de canoagem, organizada pelo Clube Náutico da Lagoa, com quem este Clube tem uma parceria. Os alunos e professores começaram por assistir uma sessão teórica de iniciação à canoagem, bem como sobre “regras de segurança no mar”. Depois os alunos dirigiram-se, pelo mar, nas canoas ou no semirrígido para as piscinas da Lagoa. Aí os alunos conviveram, tomaram banho e almoçaram. Depois do almoço, o grupo foi recebido na Câmara Municipal da Lagoa, tendo tido uma visita guiada às várias instalações e serviços desta Câmara.

geojun1

     O Clube de Geocaching agradece, reconhecido, a todas as pessoas e entidades que apoiaram as suas atividades durante este ano letivo.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

 

CLUBE DE GEOCACHING

da ESCOLA SECUNDÁRIA DE LAGOA

geocaching

     Os meses de abril e maio foram pródigos em atividades realizadas por este Clube, que envolveram mais de trezentos alunos e professores desta Escola Secundária de Lagoa, bem como da Escola Básica de Água de Pau. Registe-se que, de momento, este Clube, é “proprietário” de 24 caches de Geocaching, no seu perfil, tendo o Clube já encontrado mais de 800 caches. Entretanto foi estabelecida uma parceria entre este Clube de Geocaching e os Amigos dos Açores – Associação Ecológica.

     Entretanto a professora Sofia Borracha também se juntou a este Clube. Os alunos do clube receberam a oferta de uma t-shirt, alusiva ao Clube, e os professores um “polar”. Os elementos do Clube mais dedicados a estas atividades, também receberam, como recordação, uma “wood-coin” do Clube de Geocaching. Passamos, ainda, a ter acesso a um conjunto de quatro walky-talkys, sendo este um equipamento bastante útil para as saídas da Escola.

      O Clube agradece à Câmara Municipal de Lagoa os apoios concedidos.

Visita de Estudo à Lagoa de São Brás e CITO

No final do mês de abril, 32 alunos e professores do Clube, percorreram o “trilho” Monte Escuro/Lagoa de S. Brás. Durante esta atividade foram encontradas dez caches (enigma e tradicionais) e também se praticou orientação, com os vários GPS´s do Clube. Depois do almoço, tomado junto à Lagoa de S. Brás, os alunos e professores presentes, participaram num evento CITO (cash in trash out). Foi recolhido o lixo que se encontrava na margem desta lagoa. A participação neste evento de “proteção ambiental”, permitiu a obtenção do respetivo souvenir! No final desta atividade, que foi realizada com o apoio das carrinhas da nossa autarquia, o grupo visitou ainda a Fábrica de Chá Gorreana.

Trilho Janela do Inferno/Trilho da Lomba e CITO

     No dia 10 de maio, o Clube realizou outra grande atividade, tendo-se percorrido o trilho compreendido entre a Janela do Inferno e a freguesia de Água de Pau, através do trilho da Lomba. Na “janela do Inferno”, foi tempo de se ter uma pequena aula de Geologia, com vista à realização da earthcache que existe no local. Durante o percurso foram encontradas mais seis caches tradicionais, tendo-se feitos dois STF (segundos a encontrar…) e também se participou em mais um evento CITO, tendo-se recolhido (e transportado até Água de Pau) o lixo encontrado ao longo do trilho. Todo o grupo almoçou na zona das “nascentes de Água de Pau”.

CONFERÊNCIA: Trilhos, Grutas e Algares

     No dia 8 de maio, mais de 220 alunos e professores desta escola assistiram a uma conferência muito interessante em que foi orador, o Mestre Diogo Caetano, presidente da Direção dos Amigos dos Açores – Associação Ecológica, que falou sobre “Trilhos, Grutas e Algares”. Foram visionadas imagens muito interessantes do nosso património ambiental. Nesta conferência, que também foi um evento oficial de Geocaching, estiveram presentes vários convidados, em particular a senhora Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto e o senhor Presidente da Direção do Clube Náutico de Lagoa, Dr. Rui Dias.

     Na altura, os presentes foram informados que este Clube é coproprietário (co-owner) da cache “A Montanha…teto de Portugal”, que é a cache (neste caso uma earthcache) que se localiza à maior altitude de Portugal (“Piquinho” da Montanha do Pico).

Iniciação ao Geocaching

     Recentemente este Clube organizou, por proposta do Conselho Executivo desta Escola, uma “iniciação ao Geocaching”, com os alunos do 9º ano da Escola Básica de Água de Pau. Mais de 50 alunos, acompanhados por 4 professores, deslocaram-se a esta Escola Secundária, de forma a conhecer a oferta formativa relativa ao Ensino Secundário, que esta Escola disponibiliza, bem como os Clubes existentes nesta Escola. Depois de visitarem e almoçarem na nossa Escola, assistiram a uma apresentação, feita pelo Conselho Executivo, no auditório e, também, tiveram uma pequena iniciação teórica ao Geocaching. Depois foi efetuada uma “saída de campo”, orientada por alunos deste Clube, tendo sido encontradas 5 caches existentes na zona circundante desta Escola.

 

CLUBE DE GEOCACHING

da ESCOLA SECUNDÁRIA DE LAGOA

ATIVIDADES

Durante o mês de abril foram várias as atividades realizadas pelo Clube de Geocaching desta Escola. O Clube organizou, em parceria, o evento: Creation Celebration: How to build good caches…” (https://coord.info/GC8403Z). Este evento realizou-se na videoteca da Escola, tendo estado presentes cerca de quarenta alunos do Clube, bem como professores e geocachers estrangeiros (da Alemanha e da Noruega). O tema da “palestra” foi: “O que é uma boa cache?”. Também estiveram visíveis vários “tipos” de containers especiais.

geocachingabril

Durante esta época, os alunos e professores também se dedicaram à organização e construção do primeiro “power-trail” do Clube. Este PT é constituído por cinco caches tradicionais, que se encontram colocadas em alguns dos viadutos que existem no concelho de Lagoa.

Também durante estas últimas semanas os alunos e professores “encontraram” muitas caches, o que permitiu ao clube obter mais seis souvenirs de Geocaching.

                                                                                                                                                                                                                                                       Luis Filipe Machado e Marco Pereira

CONFERÊNCIA SOBRE

“GEOCACHING E EDUCAÇÃO”  

Realizou-se no passado dia 27 de fevereiro, uma conferência, denominada “Geocaching e Educação”, no anfiteatro desta Escola, onde foram oradores convidados o senhor Ricardo Moura (campeão de rallys) e o senhor José Serra (jornalista e realizador cinematográfico de filmes subaquáticos). Cada um destes conferencistas falou da sua vida e realizações, tendo se esforçado por “passar” a mensagem para os alunos, de que “nada na vida, se consegue sem esforço, dedicação, sacrifício, trabalho e persistência”.

Coube aos professores e alunos deste Clube, fazer a “ligação” do Geocaching aos dois conferencistas, o que não foi difícil pois existem em S. Miguel (e nos Açores em geral), várias “caches” relativas ao desporto automóvel e 6 caches “submarinas”, que só podem ser “encontradas” com mergulho de escafandro.

Estiveram presentes mais de 200 alunoss, maioritariamente membros do Clube de Geocaching desta Escola, bem como vários convidados, representantes das entidades parceiras deste Clube. Também esteve presente e em representação da senhora Presidente da Câmara Municipal da Lagoa, a Dra. Albertina Oliveira, vereadora desta edilidade, que falou sobre o envolvimento da Câmara da Lagoa com este Lagoa. Foram, ainda, visionados vários filmes, relativos ao Geocaching, muito em particular um relativo à atividade náutica de colocação da cache Luso, que foi organizada e realizada com o apoio do Clube Náutico de Lagoa.

geomar1

geomar2

GEOTOUR AZORES NA ESCOLA SECUNDÁRIA

Desde o final do mês de fevereiro que a sede da Geotour Azores (AZGT) é na Escola Secundária da Lagoa. Esta Geotour é um projeto do Governo Regional dos Açores, através da Direção Regional do Turismo, que conta, a partir de agora, com o envolvimento e colaboração do Clube de Geocaching desta Escola. Este projeto de Geocaching é uma ferramenta utilizada pela Direção Regional do Turismo com o objetivo de promover o turismo na Região Açores. Esta Geotour é única e pioneira em Portugal, sendo uma das 67 existentes no mundo. Existe uma placa, oferecida pela Câmara Municipal da Lagoa e colocada na entrada desta Escola, a assinalar esta sede e parceria.

A este propósito informa-se que na apresentação desta Geotour na Feira Internacional de Turismo de Lisboa, realizada no passado mês de março, este Clube de Geocaching esteve presente, através da apresentação do filme “Dream”, produzido por este Clube, aquando do concurso de filmes internacionais de Geocaching “GIFF 2018”, onde esta produção alcançou uma posição bastante honrosa.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

 

CACHES TEMÁTICAS NA LAGOA

O Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa tem construído, nos últimos dois anos, caches temáticas, com importância histórica, cultural, científica e educativa, para o Concelho de Lagoa. Estas caches encontram-se devidamente assinaladas nos “placards turísticos”, da responsabilidade da Câmara Municipal de Lagoa, existentes em locais de preceito deste concelho, bem como nos “panfletos informativos” disponibilizados pela edilidade.

jan2019

Como geocaches culturais foram construídas as caches: “Cerâmica da Lagoa” – GC7EXV3; “Os Bonecreiros da Lagoa” – GC7H0F2 e “O antigo Forno de Cal” – GC80BMR. Como caches “históricas” foram produzidas as caches: “Lagoa Stage” – GC7EXTT; “Luso” – GC7RBJF; e “Clube Náutico da Lagoa” – GC7Z7ZP. Relativamente ao tema “Ciência”, foram elaboradas as caches: “Nonagon” – GC7ZJKW; “Casa dos Vulcões – OVGA” – GC811HP e “ExpoLab” – GC7R7WC. Relacionadas com “Educação” foram publicadas as caches: “Clube de Geocaching ESL” – GC80T2X e “Geocaching na Lagoa” – GC7DHFB e relativas a “Religião” foram disponibilizadas as caches: “Casa do Romeiro” – GC7EXV8 e “Nossa Senhora” – GC7RH1C. Neste momento encontram-se em final de produção as caches “Convento dos Frades”, “Tenda do Ferreiro Ferrador”, bem como outras caches de interesse para o concelho.

O clube identifica-se no Geocaching como “ClubedeGeocachingESL”, podendo ser contatado através do E-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou através da página do Facebook: “Clube Geocaching ESL”.                                                                                                                                                                                                                                                       Luis Filipe Machado e Marco Pereira

PARCERIA ENTRE O CLUBE DE GEOCACHING E O CLUBE NÁUTICO DA LAGOA

clubenatico

Recentemente foi estabelecida uma parceria entre este Clube de Geocaching e o Clube Náutico desta cidade de Lagoa, que tem por objetivo principal a colaboração e interajuda entre estas duas entidades. Assim no passado mês de outubro foi realizada uma atividade náutica e de geocaching, onde estiveram presentes mais de vinte elementos, entre alunos e professores da Escola Secundária e monitores e responsáveis do Clube Náutico. O objetivo principal desta atividade consistiu na colocação de uma cache tradicional, de mergulho (com escafandro), de dificuldade máxima 5/5, no navio Luso (https://coord.info/GC7RBJF ), que se encontra naufragado no exterior do Porto dos Carneiros nesta cidade. Esta objetivo foi atingido com sucesso, com o auxílio de dois mergulhadores amigos, a quem este clube agradece. Entretanto os alunos realizaram uma atividade náutica de canoagem, sob a orientação dos monitores do Clube Náutico, que decorreu entre o Portinho de S. Pedro e o Porto da Lagoa. Durante esta atividade foram colhidas imagens para a realização de um filme e, também, com o auxílio da embarcação semirrígida do Clube Náutico, foi estudada a possibilidade de colocação de outras caches náuticas na zona litoral da Lagoa (em particular entre esta cidade e a Caloura. Desta parceria também resultou a publicação de uma multi-cache, sobre o Clube Náutico da Lagoa (https://coord.info/GC7ZQ2P).

LUSO

luso

O n/v “LUSO” naufragou a 27 de julho de 1883 nos Baixios dos Carneiros, ao largo da, então, Vila de Lagoa, sob cerração, enquanto em viagem da Vila do Porto para Ponta Delgada, sem perda de vidas. Encontra-se a uma profundidade média de 13 metros. Este paquete Luso foi construído e completado em novembro de 1875 pelos estaleiros ingleses Bowdler, Chaffer e Co, Ltd. De Liverpool, com o número de construção 116 e com um comprimento de 72 metros, uma “boca” de 8,89 metros, um “calado” de 4,5 metros e uma tonelagem bruta de 999 toneladas. Tinha uma máquina horizontal a vapor do tipo “compound”, fabricada pelas oficinas marítimas inglesas John Jones & Sons de Liverpool, com 2 cilindros medindo em diâmetro 0.813m e 1.625m, com um curso dos êmbolos de 0.838m, desenvolvendo 180 cavalos de força “nominais”, acionando 2 hélices à velocidade média de 12 nós. Tinha, ainda, duas caldeiras de chama invertida, trabalhando à pressão de 80 libras por polegada quadrada. O seu porto de registo era Lisboa!

APRESENTAÇÃO DO FILME “DREAM”

conferencia

Realizou-se no passado mês, uma atividade, muito especial, de Geocaching, que se realizou no auditório da Escola Secundária da Lagoa, contando com mais de 250 presenças, entre alunos, funcionários e professores desta Escola, bem como de alguns geocachers estrangeiros. Esta atividade também foi um evento oficial de Geocaching - GIFF Weekend 2018 - Apresentação do filme "DREAM" (https://coord.info/GC7Y4DE). No início deste evento foi apresentado, pela primeira vez em público, o filme Dream, produzido por este clube de Geocaching e foi concorrente ao concurso mundial de filmes de Geocaching – Giff 2018, e em que ficou classificado numa posição muito honrosa, Este filme foi produzido no passado ano escolar. Também durante este evento, foram visionados os filmes finalistas, a nível mundial, do referido concurso. Durante este evento este Clube foi obsequiado com a oferta de dois aparelhos GPS, um dos quais oferecido por um dos geocachers estrangeiros presente. Os geocachers que participaram neste evento receberam um souvenir virtual no seu perfil de Geocaching.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

O Geocaching nos Açores e no concelho de Lagoa

No concelho de Lagoa existem várias caixas emblemáticas que fazem parte do projeto GeoTour Azores, sendo também na cidade de Lagoa que se encontra a sede desta geotour!

Nos últimos cinco anos, ou seja, desde 2013, o Geocaching no arquipélago dos Açores sofreu mudanças profundas; nomeadamente: passou-se das cerca de mil caches existentes em 2013 para mais de três mil caches existentes em 2018; passou-se de cerca de cem geocachers (praticantes desta modalidade) para mais de quinhentos geocachers locais ativos e o número de geocachers visitantes, portanto turistas, passou para uma média mensal de cerca de quinhentos. O Geocaching nos Açores, sempre foi alvo de grande destaque, a nível nacional, pois e desde logo, foi nos Açores que apareceu a primeira geocache portuguesa; chamada Translant Chees Cache localizada na Praia da Vitória, na ilha Terceira, desde maio de 2001 (tenha-se em atenção que o Geocaching apareceu neste mesmo ano). Registe-se também, que a melhor cache dos Açores, relativa ao ano de 2013, se situa neste concelho.

Observe-se também que a 1ª geotour portuguesa, GeoTour Ilha Verde/Green Island (GIGT), localizada em S. Miguel, apareceu em 2015, sendo um projeto do Governo Regional dos Açores, através da Direção Regional do Turismo, tendo como responsáveis os geocachers: Luis Filipe Machado e Pedro Almeida. Este projeto funcionou durante um ano. Foi substituído, por proposta da Direção Regional do Turismo, por uma nova GeoTour, a GeoTour Azores, que abrangesse as novas ilhas do nosso arquipélago. Esta nova geotour (AZGT) envolve as mesmas entidades e pessoas, funciona desde março de 2016 e envolve todos os municípios dos Açores, em particular a Câmara Municipal de Lagoa. De registar que a sede destas geotours se localiza na cidade de Lagoa, mormente nas instalações do OVGA (Casa dos Vulcões). São várias as entidades deste concelho que colaboram com esta geotour, nomeadamente: o Expolab e o OVGA. Estas duas geotours, existentes nos Açores, continuam a ser caso único em Portugal.

Todas as caches desta geotour estão em locais turísticos ou são sobre temas turísticos, relativos a este arquipélago. É a maior geotour (entre as 68 existentes na atualidade) existente no mundo, tendo 150 caches normais e 20 caches jocker. Mais de cinco mil geocachers já encontraram caches desta geotour, dos quais mais de cem já atingiram o “nível de prémio”. Registe-se também o facto de que, até esta data, dois geocachers conseguiram realizar a totalidade das caches da GeoTour Azores, tendo recebido um souvenir internacional, disponibilizado pela Groundspeak. Desde maio de 2018 que Groundspeak (entidade proprietária do Geocaching a nível mundial) disponibiliza, em nome do Governo Regional dos Açores, este especial souvenir, que é um dos mais cobiçados, atendendo à sua raridade e dificuldade na obtenção, não só devido ao número de caches envolvidas (150 mais 20 caches jockers), como pela sua distribuição geográfica por nove ilhas.

Nos Açores várias caches encontram-se localizadas dentro de museus, centros de ciência, bibliotecas e outras entidades similares. Tenha-se em atenção que esta geotour foi criada de raiz com o objetivo de ser mais fácil completá-la, ou seja atingir o nível de prémio, através das ilhas mais pequenas, de forma a fomentar um incremento de turismo nestas ilhas (Corvo, Flores, Graciosa e Santa Maria). Todas as caches desta geotour são de dificuldade reduzida, para que uma família de turistas com crianças as consiga encontrar.

Em março de 2017, os Açores receberam pela primeira vez a vista de um dos responsáveis a nível mundial deste jogo de aventuras, a lackey Cindy Potter. Também foi organizado, na altura, um evento de Geocaching, realizado na cidade de Lagoa, com a presença da lackey, em questão.

Existem mais alguns marcos relativos ao Geocaching açoriano, nomeadamente: nos Açores foi publicada a primeira e segunda earthcaches submarinas existente em Portugal; a primeira cache portuguesa, que utiliza tecnologia NFC. Por outro lado, os Açores são a região do país com mais earthcaches, em percentagem (caixas virtuais ligadas à geologia e Ciências da Terra). Também é de ter em conta que foram várias as caches açorianas que obtiveram prémios a nível nacional, em particular a cache que ganhou o melhor local do país; que nos Açores se localizam: a cache a maior altitude e a cache a menor altitude de Portugal. Nos Açores existe o único Clube de Geocaching (devidamente legalizado) existente em Portugal, que é o Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa, que conta, de novo, neste ano letivo, com mais de cem estudantes inscritos e que tem por principal entidade parceira a Câmara da Lagoa.

Desde o passado ano letivo que são ministrados, neste concelho, formações creditadas para professores (chamadas: Geocaching – Uma ferramenta educativa). Estas formações são reconhecidas para avaliação de professores na RAA, tendo já se realizado dois cursos, com o total de 44 formandos (professores colocados em várias ilhas da RAA). Está planeada a realização de mais dois cursos (agora de nível avançado), nesta escola, durante o corrente ano letivo.

Finalmente é de ter em conta a grande qualidade da generalidade das caches existentes nos Açores, como o atestam os muitos testemunhos registados nos “logs” das caches, por muitos turistas geocachers continentais e estrangeiros.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

Novo curso de formação para professores sobre Geocaching

Realizou-se, na Escola Secundária da Lagoa, entre 3 a 7 de setembro, um novo curso de formação certificada para professores das escolas dos Açores, do 2º, 3º ciclo e secundário.

O curso Geocaching – uma ferramenta educativa (2ª edição), foi promovido pelo Newrónio, centro de formação da Escola Secundária da Lagoa, com a colaboração deste Clube, sendo formador o professor Luís Filipe Machado, coordenador do Clube de Geocaching desta escola. Participaram 19 professores de várias escolas de S. Miguel, de S. Jorge e do Pico. Durante o curso foi realizada uma visita de estudo à cidade de Lagoa, tendo sido visitadas várias caches, de diversos tipos, com importância para o concelho de Lagoa. Os formandos também tiveram a  oportunidade de participar num evento oficial de Geocaching.

Atividades do Clube de Geocaching

Com o início do ano escolar, tiveram também início as atividades deste clube. Vários alunos do clube, bem como alguns geocachers estrangeiros (de férias em S. Miguel), participaram, no passado dia 19 de setembro, num evento CITO (cash in trash out), que se realizou na orla marítima, junto ao campo de futebol do Clube Operário. Este evento teve como objetivo principal a limpeza daquela zona. Os participantes neste evento oficial receberam um “souvenir” relativo ao tema. Os eventos CITO integram-se na proteção do meio ambiente, onde o Geocaching procura ter um papel muito ativo e importante.

Este Clube também participou, a convite da Câmara Municipal de Lagoa, no passado dia 22 de setembro, na 6ª Feira de Ocupação de Tempos Livres, realizada na escola do Fisher. Este evento organizado pelo Gabinete de Desporto e Juventude, consistiu na “possibilidade de troca de experiências e conexões entre as entidades do concelho e os seus habitantes, divulgando as oportunidades existentes, mas também promovendo estilos de vida saudáveis e práticas variadas”. Os professores deste Clube, tiveram assim a oportunidade de divulgar as atividades educativas que o Clube disponibiliza.

Inscrições para participação no Clube

Este Clube destina-se a alunos da Escola Secundária de Lagoa, com interesse nesta área e que se poderão inscrever até ao dia 30 de outubro, podendo os seus pais/encarregados de educação participar e colaborar nas atividades do Clube através dos seus filhos/educandos. De realçar que as turmas dos Cursos Profissionais de Técnico de Turismo Ambiental e Rural e de Gestão do Ambiente, terão novamente um grande envolvimento nas atividades deste Clube.

Para contacto com o Clube de Geocaching poderá ser utilizado o email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.. Os alunos interessados deverão contactar com o seu diretor de turma.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

 

CLUBE DE GEOCACHING

da ESCOLA SECUNDÁRIA DE LAGOA

Visita de Estudo à Lagoa das Furnas

No dia 26 de abril realizou-se uma visita de estudo à Lagoa das Furnas, onde participaram 52 alunos do clube, acompanhados por 9 professores (alguns de outras escolas, mas que se encontravam a realizar o curso de Geocaching para professores na Escola Secundária de Lagoa). Logo pela manhã, todo o grupo foi transportado em carrinhas, gentilmente cedidas pela Câmara Municipal de Lagoa, para o Pico de Ferro, onde depois de uma reunião organizativa, se iniciou o percurso/trilho da Grená. Ao longo deste trilho, os alunos procuraram encontrar muitas das caches existentes. Também participaram no evento CITO (“cash in, trash out), que teve por objetivo a limpeza do eventual lixo existente neste trilho. Veio, felizmente, a confirmar-se que o trilho estava num ótimo estado de manutenção e sem lixo. A participação nesta atividade permitiu aos geocachers participantes a obtenção de um souvenir virtual.

lagoafogo

Durante esta atividade os alunos tiveram oportunidade de encontrar caches de sete tipos diferentes, nomeadamente: evento, caixas tradicionais, cache letter-box, caches enigma, multi-cache, earthcache e cache-wherigo. Também tiveram a possibilidade de “treinar” a navegação para as caches, quer com o GPS, quer com os telefones.

Na Lagoa das Furnas, todo o grupo visitou a maior araucária de Portugal (e uma das maiores do mundo), visitou ainda o Centro de Monotorização e Investigação das Furnas (CMIF), onde aproveitou para almoçar. Depois do almoço, foi altura de visitar a Mata-Jardim José do Canto, onde os participantes nesta atividade, gostaram muito de ver a maior sequoia de Portugal (e também uma das maiores do mundo…) e conhecer a queda-de-água do Rosal.

Durante esta visita de estudo, foi também feita a “rodagem” do filme que este Clube se encontra a produzir desde o mês de fevereiro do corrente ano, onde alguns alunos foram os “figurantes”.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

 

Clube participa em atividade organizada pela Câmara da Lagoa

geocaching4

     O Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa participou, a convite da Câmara Municipal de Lagoa, no passado dia sete de abril, na iniciativa desportiva, relativa aos Dias Mundiais: da Atividade Física e da Saúde com Desporto. Esta atividade realizou-se no Campo Municipal João Gualberto Borges Arruda e esteve presente, em representação deste Clube, a professora Ana Luísa Machado.

1º Curso de formação para professores sobre Geocaching como ferramenta educativa

     Realizou-se, na Escola Secundária da Lagoa, entre 14 de abril e 2 de maio, o 1º curso de formação, certificado, para professores que lecionam em escolas dos Açores, sobre: Geocaching – Uma ferramenta educativa. Estiveram presentes vinte professores, de nove escolas da ilha de S. Miguel, nomeadamente: de Ponta Delgada (ES Antero de Quental, ES Domingos Rebelo, EBI Roberto Ivens e EBI Canto da Maia), da Lagoa (ESL), da Vila Franca (EBS), de Ponta Garça (da EBI), da Ribeira Grande (ESRG) e de Rabo de Peixe (EBIRP).

geocaching3

     Participaram professores de diversas áreas disciplinares, em particular: português, inglês, matemática, físico-química, ciências-naturais, biologia, geologia, geografia, educação física, economia educação visual. história e agropecuária. Integrada nesta ação formativa, realizou-se uma visita de estudo, no concelho de Lagoa, onde os formandos , para além de visitarem o ExpoLab e o OVGA-Casa dos Vulcões, também participaram num evento oficial de Geocaching (GC7KPTK – Geocaching – Uma ferramenta educativa) e encontraram oito de caches (de seis tipos diferentes), nomeadamente: as caixas tradicionais: GC7EXTT – Lagoa Stage/Rally Lagoa e GC7DHFB – Clube de Geocaching; a multi-cache: GC7EXU3 – Cerâmica da Lagoa; a cache-enigma GC5X7PC – O enigma das earthcaches Lusitanas; as letter-box: GC3927V – T-Rex e GC377T9 – Tomaz com Z e as earthcaches: GC5MCYP – As cordas dos vulcões e GC5P1V9 – Gemas Verdes. Este curso foi promovido pelo Newrónio, centro de formação da Escola Secundária da Lagoa, sendo sido formador o professor Luis Filipe Machado, coordenador do Clube de Geocaching desta escola. Esta ação de formação vai ter, brevemente, mais duas edições: a primeira entre 2 e67 de julho, na Escola Secundária da Lagoa (janela formativa de julho para professores) e a segunda na janela formativa de setembro (de 3 a 7 de setembro, na Escola Básica e Secundária de Vila Franca do Campo).

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

 

geoalunos

O Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa, conta, de momento, com 99 membros (entre os quais 7 professores), e está a desenvolver, desde o passado mês de outubro, um projeto denominado “Geocaching e Educação”, com várias turmas do Secundário, em particular, mas não só, dos Cursos Profissionais de: Técnico de Turismo Ambiental e Rural Técnico Profissional de Gestão Ambiental. Este Clube tem como entidades parceiras: a Câmara da Lagoa, o Expolab e o Clube de Fotografia desta escola.

A 15 de fevereiro um grupo de 51 alunos e professores participou numa “aventura” à caldeira da Lagoa do Fogo, tendo percorrido o trilho Lagoa do Fogo/Lagos/Água D´Alto. Durante esta vista de estudo foram encontradas 8 geocaches.

No dia 16 de fevereiro realizou-se uma visita de estudo ao Expolab, onde os 20 alunos participantes tiveram a oportunidade de encontrar a geocache lá existente, bem como em participar numa visita guiada à “seção” de tecnologia e robótica deste Centro de Ciência.

Conferência sobre Geocaching e Educação

geoconferencia

Uma das atividades realizadas consistiu numa conferência, relativa ao tema do projeto, onde estiveram presentes mais de 220 alunos e vários convidados, realizada no dia 16 de fevereiro, no anfiteatro da escola, onde foram oradores, para além dos professores responsáveis por este projeto, o Delegado de Turismo de S. Miguel, Dr. Filipe Frias, em representação de S.Exa. o senhor Diretor Regional do Turismo, e o senhor vereador Dr. Nelson em representação da senhora Presidente da Câmara Municipal da Lagoa. Durante esta sessão foram visualizados vários filmes e fotos, quer relativos às várias atividades desenvolvidas por este Clube, quer relativos ao Geocaching em geral, tendo sido, na altura, entregues algumas recordações (polo e logotipo 3D do clube) às entidades parceiras e convidados. Realizou-se, em simultâneo com esta conferência o evento oficial de Geocaching, “Geocaching na Escola” – GC7HAGP.

Luis Filipe Machado e Marco Pereira

cacheclubeesl

     Foi publicada recentemente uma cache tradicional sobre este Clube, denominada “Clube de Geocaching da ESL”, com o código GC7DHFB. Esta cache localiza-se nos Paços de Concelho desta cidade de Lagoa e a sua criação teve a colaboração da Câmara Municipal de Lagoa. Estão, neste momento, inscritos neste Clube cerca de 50 alunos. Registe-se que o Clube de Geocaching, também já criou a sua “conta oficial de Geocaching”, com o nick: ClubeDeGeocachingESL, prevendo-se assim a publicação, durante o corrente ano letivo, de quatro novas caixas. De realçar que um dos objetivos deste Clube, consiste em colaborar com a Câmara Municipal de Lagoa, na organização de trilhos e passeios pedestres.

 geocachenov

     Durante os últimos quatro anos realizaram-se, nesta escola, quatro projetos educativos anuais, com interesse escolar, nomeadamente sobre os temas: aventura, geologia, ciência e turismo. Foram estes quatro projetos PAA, que tiveram na gênese da criação deste Clube. Neste contexto os alunos e professores participantes nestes projetos, visitaram vários centros de ciência, em particular: o ExpoLab, o OVGA e o OASA. Também realizaram várias visitas de estudo, para a Lagoa do Canário, para a Macela e à Caldeira Velha. Participou-se ainda num trilho, atividade esta promovida pela Câmara de Lagoa, à Janela do Inferno e à rota da Água. Durante estas várias atividades, os alunos tiveram a oportunidade de “encontrar” várias caches de Geocaching, bem como de construir/criar outras três novas caches. Registe-se ainda a realização anual, nesta Escola, de uma conferência, com diversos oradores convidados, sobre cada um dos temas associados ao projeto em cada ano e onde participaram cerca de 250 alunos, em cada ano.

    

 

      O Clube de Geocaching da Escola Secundária de Lagoa apareceu no seguimento dos vários projetos do Plano Anual de Atividades, sobre Geocaching, realizados, com assinalável sucesso, nos últimos quatro anos. Este Clube tem como entidades parceiras, a Câmara Municipal de Lagoa e o Expolab, sendo dinamizadores deste Clube, os professores: Ana Luísa Machado, José Carreiro, José Paulo Silva, Luis Filipe Machado e Marco Pereira, sendo estes últimos dois os coordenadores deste Clube.

clube geocaching2

      As suas finalidades e objetivos, são a promoção da ocupação dos tempos livres dos alunos de uma forma lúdica que permita um desenvolvimento harmonioso da sua vida pessoal e escolar, especificamente: pensar a escola como um lugar de desafios pessoais; possibilitar aos alunos conhecimentos a respeito do jogo mundial de aventuras - o Geocaching, incentivando nestes o gosto pela descoberta e prazer pelo conhecimento; dar a conhecer aos alunos outros locais deste arquipélago e desta ilha; fomentar o respeito pela natureza, património e meio ambiente, contribuindo para uma atitude mais responsável e participativa relativamente à conservação do meio ambiente, natureza e património; desenvolver conhecimentos e capacidades relativas à orientação e utilização das novas tecnologias e também, em particular das tecnologias de comunicação multimédia.